Sobre Séries: SuperGirl

09:17

Hey Leitores! o post de hoje é sobre uma série que eu viciei nas últimas semanas,
 SuperGirl.


Beam me up Supergirl!

Vamos a História:

Kara Zor-El é prima de Kal-El, mais conhecido como Superman, ela foi enviada a Terra junto com ele para protege-lo, mas com a explosão de Krypton sua nave acabou se perdendo na Zona Fantasma, onde ficou por vinte e quatro anos, até que seu primo a encontrou e a levou para a Terra.

Quando Kara saiu de Krypton ela tinha 13 anos e nesse período que ficou perdida permaneceu congelada no tempo, ao chegar na Terra, Clark a leva para uma família de sua extrema confiança, os Danvers, que a adotam e criam como filha. 

Doze anos se passam e Kara aprende a realizar as atividades rotineiras sem usar seus poderes, por achar que o mundo só precisava de um super herói, no entanto quando vê sua irmã de criação, Alex Danvers, em perigo, seu instinto de heroína fala mais alto e ela a salva.

Beam me up Supergirl!


Após sua aparição em publico, Kara não vê outra alternativa que não seja, finalmente, revelar ao mundo que o Superman não é o único herói na Terra.


Quando não esta salvando o mundo como Supergirl, Kara trabalha em uma revista de sucesso de National City, a Catco, liderada pela poderosa Cat Grant, da qual é assistente, Cat é uma grande madrinha para a SuperGirl e ela própria a nomeia com o nome de guerra. Kara também conta com seus dois melhores amigos, Winn Schott e Jimmy Olsen (inclusive o melhor amigo de Clark Kent).

Melissa Benoist tumblr

Sobre o elenco, sem dúvidas não consigo imaginar Kara como outra atriz que não seja Melissa Benoist, seu trabalho também conhecido é em Glee,(quarta/quinta temporada) em que interpretava  Marley Rose. Os personagens secundários também são muito bem representados.

Os episódios tem em média de 40 a 45 minutos, possuem efeitos bem produzidos para uma série de herói. Há Muitas cenas de luta e de ação.

Supergirl (2015), “Pilot”

Uma das coisas que eu mais gostei é a forma com que a SuperGirl trata de igual para igual seus oponentes, registrados alguns exemplos nos diálogos a seguir :

SPOILER ALERT!!

Quando um vilão diz para ela:

"Em meu planeta, as mulheres se curvam para os homens" 

e Kara responde a altura:

 "Não estamos em seu planeta!" 

Ou então quando Cat Grant anuncia o nome da nova super heroína e Kara a questiona:

"– SuperGirl (garota)? Nós não podemos chamá-la assim. É uma heroína feminina! 

Não deveria se chamar SuperWoman (mulher)? Se a chamarmos de algo menor do 

que ela é, não estaremos militando contra o feminismo?

E Cat responde:

''O que tem de tão ruim em “garota”? Eu sou uma garota. E também sou chefe, 

poderosa, rica, sensual e inteligente."

Ou então enquanto sua irmã e Hank (diretor do DOE) estão em um momento critico aguardando a luta de Kara e diz:

"– Ela não é forte o bastante

E Alex responde:

– Por que, não? Só por que é uma garota? É com isso que estamos contando!."
#supergirl : restless
Leitores espero que vocês tenham gostado da minha primeira resenha de série, e se interessado por ela! AH! Ela esta disponível na Netflix!

Bom pessoal por hoje é só
E não se esqueçam de seguir o Instagram do blog  @perdida_entre_as_palavras
Nem de curtir a fan page do blog no Facebook Blog Perdida Entre as Palavras
xoxo

You Might Also Like

0 comentários